Festival Internacional de Folclore - Silvalde 09

Inserido nas comemora√ß√Ķes do 6¬ļ Anivers√°rio da Eleva√ß√£o a Vila, decorreu no passado dia 18 de Julho, o Festival Internacional de Folclore / Silvalde 2009, organizado pelo Rancho de S. Tiago de Silvalde, e com o apoio da Federa√ß√£o do Folclore Portugu√™s e colabora√ß√£o da Junta de Freguesia de Silvalde, C√Ęmara Municipal de Espinho, Par√≥quia de Silvalde e Associa√ß√£o de Folclore do Concelho de Espinho.

 

O programa do Festival iniciou-se pelas 18.30 horas com a concentração dos grupos no largo da Junta de Freguesia.

A Sess√£o de boas-vindas decorreu no Sal√£o Nobre, e contou com a presen√ßa do Presidente da Junta de Freguesia, Sr. Abel Gon√ßalves, da C√Ęmara Municipal de Espinho, o Eng. Manuel Rocha, da Federa√ß√£o do Folclore Portugu√™s, o Sr. In√°cio Soares, o Presidente da colectividade, Sr. Francisco Moreira e a Presidente da Associa√ß√£o do Folclore do Concelho de Espinho, Sra. Judite Ribeiro.

Nesta sessão solene, o Presidente da Junta de Silvalde, Abel Gonçalves, deu as boas vindas aos grupos presentes e desejou as maiores felicidades.

Francisco Moreira, Presidente da direc√ß√£o do Rancho Folcl√≥rico S. Tiago de Silvalde, come√ßa por agradecer, a presen√ßa dos grupos e refere que ‚Äús√£o estas realiza√ß√Ķes que fazem com que se estabele√ßam la√ßos de amizade entre os grupos e que para al√©m da vertente social, tamb√©m a vertente cultural se mantenha viva‚ÄĚ.

O Eng. Manuel Rocha real√ßou o trabalho da C√Ęmara para com os grupos de folclore do concelho e tamb√©m para com todo o movimento e tamb√©m felicitou o trabalho desenvolvido pelo Rancho de Folclore ao longo dos anos.

Inácio Soares, em nome do Presidente da Federação, Sr. Fernando Ferreira, agradeceu o convite para estar em Silvalde e realçou o trabalho dos grupos de folclore no contexto actual, e apesar das dificuldades, continuam a efectuar um trabalho credível e o mais representativo possível.

De seguida, procedeu-se √† entrega das lembran√ßas alusivas ao Festival e tamb√©m da Junta de Silvalde e da C√Ęmara de Espinho.

O jantar convívio decorreu Salão Paroquial, onde as cerca de duzentas pessoas, entre elementos de convidados, confraternização entre si, demonstrando o que de melhor existe nos grupos de folclore.

Pelas 21.50 deu-se in√≠cio a um pequeno desfile, com os grupos a sa√≠rem da Junta, seguindo para o local da actua√ß√£o, no Largo da Igreja Paroquial de Silvalde, onde as apresenta√ß√Ķes come√ßam pelas 22 horas.

Abriu o Festival o Grupo Folcl√≥rico da Casa do Povo de Creixomil, Guimar√£es, que representaram a regi√£o do Minho. O grupo Infantil do Rancho Folcl√≥rico S. Tiago de Silvalde, animou os presentes, com garra e vontade em mostrar todo o trabalho de um ano. A representa√ß√£o internacional veio da Cro√°cia, o Folklor Group Sokica, de Slovodnica, que apresentou dan√ßas e cantares tradicionais do seu pa√≠s e tamb√©m os seus belos trajos. O Rancho Folcl√≥rico S. Tiago de Silvalde, mais uma vez esteve ao seu n√≠vel e tamb√©m foi bastante aplaudido pelo seu p√ļblico. Por fim, o Rancho Folcl√≥rico da Casa do Povo de Aveiras de Cima, da Regi√£o do Ribatejo encerrou o festival, sem antes convidar o publico para participar numa dan√ßa.

M√ļsica