A Vila

¬Ľ CONHECER A VILA DE SILVALDE

Situada a sul de Espinho, Silvalde é considerada a maior das cinco freguesias que integram o concelho. Esta freguesia usufrui do facto de se situar numa das zonas costeiras mais atractivas do norte do país, onde o mar é sempre visto e aprazível paisagem. Espinho é a "Rainha da Costa Verde".
Dotada de um patrim√≥nio hist√≥rico e arquitect√≥nico sobretudo ligado √† religi√£o, Silvalde procura recuperar e manter a sua singularidade, acompanhando o inevit√°vel progresso e modernidade como s√£o exemplo o complexo de T√©nis de Espinho (inaugurado em 1997), a Nave Polivalente de Silvalde (inaugurada em 1996) e o Oporto Golf Clube, inaugurado em 1890 e que se tornou um dos pontos com maior interesse na freguesia. N√£o podendo deixar de ser o seu ex-libris o extenso areal que faz as del√≠cias dos veraneantes e dos que gostam de passear √† beira mar nas esta√ß√Ķes mais frias. Praia dotada de boas condi√ß√Ķes de seguran√ßa e dotada de um conjunto rico de infra-estruturas que s√£o "exigidas" para o entretenimento destas √°reas.
Esta freguesia foi predominantemente rural, todos os seus habitantes se entregavam √† vida no campo. No entanto, uma outra dedica√ß√£o importante foi √† faina piscat√≥ria no mar. Do que "colhiam" da terra e do oceano faziam o seu ganha-p√£o, as mulheres ocupavam-se sobretudo, da "lide" comercial, para venderem os seus produtos. Um aut√™ntico reboli√ßo de tradi√ß√£o que se manifestou durante muitos e muitos anos. Silvalde tem assim, desde tempos remotos uma grande liga√ß√£o ao mar e consequentemente, com a actividade mar√≠tima. Arte secular nesta terra ainda se vai mantendo nas praias de Silvalde e de Espinho. No entanto, mudam-se os tempos, os costumes, as vontades e as tradi√ß√Ķes e a "garra" n√£o √© mesma para esta actividade, mas na mem√≥ria fica de que a praia silvaldina foi um baluarte na actividade da pesca.
A ind√ļstria tamb√©m teve o seu papel fulcral na economia desta localidade, nomeadamente a actividade da cordoaria, tendo sido a primeira ind√ļstria a ser estabelecida na freguesia. Um sector que acabou por sofrer um consider√°vel desenvolvimento, tornando-se numa das mais prestigiadas f√°bricas da Europa e do mundo. Tamb√©m a f√°brica de papel da Ponte Redonda √© a mais antiga unidade fabril documentada, correspondendo ao ano de 1848 a sua funda√ß√£o. J√° a partir da d√©cada de 50, paralelo √† edifica√ß√£o de novas estruturas esta freguesia "viu" surgir uma das zonas industriais mais progressivas do concelho, nomeadamente no que respeita ao fabrico de tape√ßarias que ganhou um importante destaque local, nacional e at√© mesmo, internacional. Outras ind√ļstrias se seguiram como a serra√ß√£o, qu√≠mica, vassouras, entre outras. Mais tarde, "inaugurou-se" uma nova zona industrial pr√≥xima da Marinha onde se instalaram novas empresas e outras que se transferiram para esta √°rea, sobressaindo agora o com√©rcio de autom√≥veis.
Mem√≥rias... mem√≥rias de uma terra singular e especial como o s√£o tantas outras freguesias deste pa√≠s. Mas mem√≥ria viva √© o que permanece culturalmente em Silvalde. A banda de M√ļsica S. Tiago de Silvalde nasceu da Tuna-Orfe√£o, fundada em 1926/27 por Manuel Francisco Ar√™de. A partir de 1947 viria a ser transformada em Grupo Sacro, mantendo-se assim at√© 1949. Em 1953 recuperou a estrutura de banda e no ano de 1960 passou a usar uniforme, que se mant√©m at√© hoje. Actualmente est√° instalada no r√©s-do-ch√£o no moderno edif√≠cio da Sede da Junta.
No edif√≠cio da Junta funciona ainda a Unidade de Sa√ļde de Silvalde que foi inaugurada no ano de 1984, funcionando com uma secretaria para atendimento p√ļblico, duas salas para consult√≥rio m√©dico, salas de pediatria, enfermaria e espera. No mesmo complexo, existe ainda a Biblioteca P√ļblica da qual se pode servir toda a popula√ß√£o e principalmente, a juventude da freguesia. Possui ainda um amplo Sal√£o Polivalente que se presta a v√°rias iniciativas culturais como reuni√Ķes, exposi√ß√Ķes de arte e outros eventos. Um bar com esplanada voltada para o Parque Infantil tamb√©m funciona neste espa√ßo. Relativamente √† solidariedade social tem sede nas instala√ß√Ķes do Sal√£o Paroquial o Centro Social Paroquial S. Tiago de Silvalde. Tamb√©m a funcionar desde 1998 o Centro de Dia para Idosos e que presta o t√£o necess√°rio apoio domicili√°rio aos idosos enfermos.
Relativamente à área educacional. Silvalde possui quatro salas dedicadas ao ensino primário, divididas por quatro edifícios escolares e a Escola C+S Domingos Capela que entrou em funcionamento em 1995.
Quanto a instala√ß√Ķes desportivas para al√©m do ringue, existe ainda na Seara um campo desportivo para a pr√°tica de futebol e foi tamb√©m edificado para estes fins o Complexo Desportivo Municipal de T√©nis e a Nave Municipal Polivalente.
Em termos de vias de acesso é atravessada por ambas a vias do caminho-de-ferro, quer com a linha do Norte e a do Vale do Vouga, ao centro com a Estrada Nacional 109, e a nascente pela nova estrada variante do IC1.
Festas e Romarias
Festas em honra de Nossa Senhora do Mar. √Č uma das festas mais t√≠picas de Portugal, cuja hist√≥ria remonta aos anos 50. E a padroeira dos pescadores. As festas em honra desta santa, venerada na capelinha do mesmo nome, come√ßaram em 1956.
Esta festa foi preservada at√© hoje como forma dos pescadores manterem e preservarem o seu s√≠mbolo, a sua pr√≥pria identidade, acabando por ganhar estatuto nacional. E sem sombra de d√ļvida com o seu programa de festas onde est√£o inclu√≠das bandas filarm√≥nicas, grupos de m√ļsica, fogo de artif√≠cio em conjunto com a religiosidade da romaria, um dos eventos mais importantes da regi√£o. Todos os anos se reservam surpresas, preservando-se a tradi√ß√£o e a ess√™ncia que motivou a festa da Nossa Senhora do Mar. O ponto mais alto das festas √© a "B√™n√ß√£o do Mar", cen√°rio montado com alfaias piscat√≥rias, em plena praia de pesca, momentos de grande emo√ß√£o e verdadeiramente inesquec√≠veis. Prociss√£o dos Passos, realiza-se no Domingo de Ramos Festa de S. Tiago, realiza-se no √ļltimo Domingo de Julho Festa do Nosso Senhor do Calv√°rio, realiza-se na segunda semana de Agosto. Festa da Senhora das Dores, realiza-se no antepen√ļltimo Domingo de Setembro.

História
O topónimo provirá do étimo latino "silva", planta sinónimo de floresta.
O povoamento da parte litoral da freguesia de Silvalde √© muito anterior ao s√©c. XII, porque at√© das √©pocas pr√©-hist√≥ricas ficaram gravados vest√≠gios como por exemplo, antas ou dolmens e castros. A origem do nome Silvalde perde-se no tempo, mas tudo parece que teve origem no Senhor desta terra, apresentando duas esp√©cies dentro do territ√≥rio desta freguesia: Silvalde e Rot√£o, que derivam dos nomes de origem germ√Ęnica, respectivamente "vila" de Sisualdus e Roddari "vila" de Rodda.
A forma Sisualdi era ainda, no século XI., referente a esta freguesia, existindo a paróquia de Silvalde já antes do séc. XIII, e é registada como uma das do arcediago da "terra" de Santa Maria da Feira. Esta freguesia foi anexada ao concelho de Espinho no ano de 1926.

População - 8000
√Ārea Geogr√°fica - 6,18 km2
S. Tiago Maior de Silvalde

"Guia de Silvalde"

¬Ľ COLECTIVIDADES
Centro Social de Silvalde
Banda Musical de S. Tiago de Silvalde
Rancho Folclórico de S. Tiago de Silvalde
Grupo Columbófilo de Silvalde
Concelho Desportivo da Freguesia de Silvalde
Associação Desportiva Cruzeiro de Silvalde
Grupo Desportivo dos Outeiros
Grupo Desportivo Estrelas Vermelhas
Le√Ķes Bairristas Futebol Clube
Grupo Desportivo Regresso
Juventude dos Outeiros
Futebol Clube Juventude Silvaldinho
Futebol Clube "Os Can√°rios"
Auto Santos Futebol Clube
Sporting Clube de Silvalde
Grupo Desportivo Amigos da Onça
Grupo Desportivo Boa Nova
Aldeia Disco Clube
Juventude de Sales
¬Ľ A VISITAR

¬Ľ Igreja Matriz
Invocada a S. Tiago Maior é já de existência centenária, cuja segunda torre foi concluída em 2003.

¬Ľ Capela Nossa Senhora das Dores
¬Ľ Capela Senhora da Boa Nova
¬ĽCapela Senhora do Calv√°rio
¬Ľ Capela Nossa Senhora do Mar
¬ĽCapela de Santa Cruz
¬Ľ Capela Nossa Senhora dos Aflitos
Localizada no lugar do Sisto e para dar cren√ßa a um milagre, no ano de 1722, foi erguida uma capela dedicada √†s gentes piscat√≥rias e que levou a invoca√ß√£o de N. Sra. do Mar. Tem festa lit√ļrgica e popular na primeira semana de Agosto.

¬Ľ Complexo Desportivo Municipal de T√©nis edificado no local onde foi o lugar do Novo, foi inaugurado em 1997. Dotado de diversos courts pavimentados com material de tartam, outros em terra batida e ainda com um pavilh√£o coberto onde est√£o instalados courts de terra batida. Tem ainda instala√ß√Ķes para funcionamento de restaurante e bar com miradouro para a zona verdejante de Silvalde.

¬Ľ Nave Polivalente de Silvalde
Instalada no lugar de Sales de Cima, constitui um gigantesco im√≥vel com espa√ßo e lota√ß√£o suficientes para que se possam realizar modalidades desportivas de alta competi√ß√£o ao n√≠vel mundial. Inaugurada em 1996 √© uma estrutura que pode ser adaptada √†s pr√°ticas das mais diversas modalidades como o basquetebol, voleibol e atletismo. Possui tamb√©m utilidade para nela serem promovidas ac√ß√Ķes de car√°cter cultural, como exposi√ß√Ķes, espect√°culos art√≠sticos e reuni√Ķes.
Ocupa uma √°rea total, coberta e descoberta, de 52 000m2. A nave disp√Ķe de capacidade para 16000 pessoas, um sector de imprensa, um posto m√©dico, uma enfermaria, uma sala de controlo anti doping, seis balne√°rios com sala de massagem entre outros tantos sectores de apoio a este espa√ßo. N√£o esquecendo uma zona de jazer constitu√≠da por bares, lojas e posto de informa√ß√£o tur√≠stica.
Qporto Golf Clube
E o mais antigo da pen√≠nsula Ib√©rica e j√° festejou o seu Centen√°rio em 1990, o que significa que a sua presen√ßa em Silvalde se conta pela passagem de tr√™s s√©culos: XIX, XX e agora, XXI. Foi inaugurado em 1890 por produtores brit√Ęnicos de vinho do Porto.

M√ļsica